google58f7363722c802d5.html google0518e1b48949e8e4.html Única nadadora olímpica da Síria quer inspirar jovens com quarta participação em Tóquio 2020

Única nadadora olímpica da Síria quer inspirar jovens com quarta participação em Tóquio 2020

Bayan Jumah, de 24 anos, supera obstáculos impostos pela guerra civil em seu país, como a falta de energia na piscina de treinamento, para servir de exemplo à nova geração síria


ENJAMIN CREMEL/AFP/Getty Images

Aos 24 anos, Bayan Jumah carrega o peso de uma nação nas costas toda vez que entra na piscina. Única nadadora olímpica da Síria, ela encara como sua grande missão inspirar as crianças de seu país a praticarem o esporte, apesar dos obstáculos impostos por uma guerra civil implacável que já dura sete anos.


Jumah, que representou a Síria nos Jogos de Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016, mantém vivo o sonho de disputar sua quarta Olimpíada em Tóquio 2020, apesar das condições de treinamento longe do ideal. Por causa de restrições no abastecimento de energia durante a guerra, ela nada numa piscina sem aquecimento, por exemplo.


– Um dos maiores desafios que enfrentamos é água fria. Tenho que me movimentar o tempo todo para manter o corpo aquecido. Ainda assim, meus músculos sofrem e meus lábios ficam roxos todo o tempo – conta Jumah, especialista nos 50m e 100m livre.

A nadadora teve que deixar sua cidade e sua família aos 21 anos para treinar em Damasco com o time nacional sírio. Um dos momentos mais difíceis aconteceu durante a preparação de Jumah para a Rio 2016, quando Alepo sofreu um bombardeio e a jovem perdeu o contato com os parentes por dez dias.


– Todas as comunicações foram cortadas em Alepo e eu fiquei sem notícias da minha família. Foram os piores dez dias da minha vida – lembra ela. – Durante esta crise, a maioria dos atletas deixou o país. Não é justo a Síria ter apenas uma nadadora.
"Quando estou recebendo a medalha, com o hino da Síria tocando e a bandeira sendo hasteada, eu esqueço de todo o sofrimento. Espero levar felicidade e orgulho para o povo da Síria e ajudar a nova geração a participar de campeonatos internacionais"

FONTE: https://globoesporte.globo.com/olympicchannel/noticia/unica-nadadora-olimpica-da-siria-quer-inspirar-jovens-com-quarta-participacao-em-toquio-2020.ghtml

0 visualização
#CRETL
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

Centro de Referência Esportiva Três Lagoas

E-Mail: secretaria@cretreslagoas.org

Fone/whatsapp: (067) 99866-6357

Av. Odair Rosa de Oliveira - Jardim Bela Vista,

Três Lagoas - MS, 79600-090

Gostaria de matricular-se?

Gostaria de Publicar Artigo?

FALE CONOSCO